Pessoalmente prefiro programar em macOS ou em Linux, como nem sempre é possível programar em macOS trago um tutorial sobre como configurares o teu Linux para desenvolvimento web.

Neste momento poderás perguntar, porque ter trabalho quando já existem programas prontos a usar, como o XAMPP. Sim é verdade, porém desde que aprendi este procedimento que prefiro a usar programas como o XAMPP. Além disso, o desempenho acaba por ser melhor, uma vez que apenas instalas os pacotes que irás usar, em quanto que programas como o XAMPP irá instalar pacotes que, provávelmente, nunca irás usar.

A ferramenta que iremos utilizar durante o tutorial será o terminal, onde serão executados todos os comandos necessários.

Linux – Configurar para desenvolvimento Web

Os primeiros passos será instalar e configurar o pacote LAMP (Apache + MySQL + PHP), podes sempre utilizar NGINX (pacote LEMP – NGINX + MySQL + PHP) em vez de Apache, porém prefiro utilizar Apache.

1º Passo – Instalar Apache

sudo apt-get install apache2

Nota: para verificar se o Apache está a funcionar basta aceder a http://localhost. Se tudo correr bem irá abrir algo semelhante à imagem acima.

A pasta padrão para colocares os ficheiros dos teu sites é a /var/www/html.

2º Passo – Instalar PHP e pacotes necessários

sudo apt-get install php libapache2-mod-php

3º Passo – Instalar MySQL

sudo apt-get install mysql-server mysql-client

4º Passo – Reiniciar o Apache

sudo /etc/init.d/apache2 restart

Configurar o teu Linux para desenvolvimento Web

Após termos o MySQL instalado, vamos proceder à instalação do phpMyAdmin para a gestão da base de dados, este passo não é obrigatório, porém gosto de utilizar o phpMyAdmin para gerir as base de dados.

5º Passo – Instalar o phpMyAdmin

sudo apt-get install phpmyadmin

Após a instalação do phpMyAdmin estar concluída é encessário efetuar duas alterações, no php.ini (configuraçãos do PHP) e no apache2.conf (configuração do Apache). Para tal, basta seguir os passos abaixo:

php.ini

sudo nano /etc/php/7.2(versão do php)/apache2/php.ini

Remover o (descomentar) da seguinte linha:

extension=mysqli

Pressionar CTRL + X e de seguida Y para guardar as alterações e sair do ficheiro.

apache2.conf

sudo nano /etc/apache2/apache2.conf

Adicionar no final do ficheiro o seguinte código:

Include /etc/phpmyadmin/apache.conf

Pressionar CTRL + X e de seguida Y para guardar as alterações e sair do ficheiro.

Após todos estes passos concluídos é necessário voltar a reiniciar o Apache, para isso:

sudo /etc/init.d/apache2 restart

Nota: para aceder ao phpMyAdmin basta aceder ao seguinte link: http://localhost/phpmyadmin. Se tudo correr como planeado deverá aparecer o ecrã de login como na imagem acima.



Instalar o Composer (opcional)

Por fim, é possível instalar o Composer, porém isto é um passo opcional, uma vez que poderás não usar. Caso queiras instalar o Composer os comandos necessário executar são os seguintes:

sudo apt install php-cli curl php-mbstring git unzip

php -r "copy('https://getcomposer.org/installer', 'composer-setup.php');"

HASH="$(wget -q -O - https://composer.github.io/installer.sig)"

php -r "if (hash_file('SHA384', 'composer-setup.php') === '$HASH') { echo 'Installer verified'; } else { echo 'Installer corrupt'; unlink('composer-setup.php'); } echo PHP_EOL;"

sudo php composer-setup.php --install-dir=/usr/local/bin --filename=composer

Para verificar se o Composer foi corretamente instalado e, por sua vez, instalado globalmente basta digiar ‘Composer‘ no terminal, se tudo correr bem será mostrado algo como na imagem abaixo.

Nota, os comandos acima funcionam para Debian e distribuições baseadas (como o Ubuntu), para executar no CentOS é encessário algumas alterações, por exemplo, para instalar o Apache o comando é: ‘sudo yum install httpd‘.

Caso estejas a usar outra distribuição que não Debian, Ubuntu e derivados, recomendo procurares os comandos de instalação para essa distribuição.

Assim, o teu Linux está pronto para começares a programar, basta instalares os programas que costumas utilizar, caso procures um excelente editor de código, recomendo o Visual Studio Code (artigo sobre o mesmo logo abaixo).

Vale a pena referir que podes sempre configurares os VHOSTS no Apache, deixando assim de desenvolver com o localhost.

Espero que este tutorial te seja útil e, caso tenhas alguma dúvida deixa nos comentários!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here