A Xiaomi gosta de surpreender os seus fãs, e são raros os dias em que não surgem novidades de potências novos aparelhos. No entanto, todos os smartphones da Xiaomi tem algo em comum, todos eles trazem consigo processadores de outras empresas, onde a Xiaomi recorre aos processadores Qualcomm para os seus aparelhos de topo e à MediaTek para os de gama média.

Mas a Xiaomi está a preparar o futuro, seguindo o exemplo de fabricantes como a Samsung, a Huawei e a Apple, isto é, agora a Xiaomi aposta no desenvolvimento dos seus próprios processadores, que muito em breve poderão vir a equipar os seus novos terminais.

Este rumor chega através da rede social chinesa, a Weibo, vindo trazer mais pormenores sobre estes novos chipsets. O primeiro é o Pinecone V670, este já estará na fase final de desenvolvimento e contará com uma arquitetura Octa-core (4 x A53 + 4 x A54), e uma GPU Mali T860 MP4 para o processamento gráfico, a correr a uma frequência de 800MHz.

Segundo especulações, o Pinecone V670 poderá vir a equipar o Xiaomi Mi 5C, sendo um processador que usa um método de construção de 28nm e a podemos comparar o seu desempenho com um Qualcomm Snapdragon 808. O segundo, e por sua vez o mais potente, é o Pinecone V970, ao contrário do V670, este ainda não terá o seu processo de desenvolvimento completo, devendo chegar aos aparelhos no último trimestre de 2017.

O V970 conta ainda com um método de construção de 10nm e com uma arquitetura Octa-core (4 x A73 + 4 x A53). Como se torna habitual encontrar hoje em dia, quatro núcleos do V970 terão uma frequência superior de 2.7GHz, enquanto os restantes quatro terão uma frequência mais baixa de 2.0GHz, o V970 trará consigo uma GPU Mali G71 MP12 a correr a 900MHz.

Para já são apenas rumores, podendo algumas informações não se confirmar, restando aguardar por informações oficiais da própria Xiaomi.

Partilhar...
Daniel Sousa @TutoDS
Youtuber e amante de tecnologia! Comecei com o Youtube e agora avancei para a criação deste site com o objectivo de partilhar notícias, dicas, tutoriais, tudo ligado ao ramo da tecnologia!

Deixar uma resposta