Foi logo no inicio de setembro que o Galaxy Note 7 começou a chegar aos mercados e aos primeiros clientes. Esta aparelho preparava-se para ser um dos melhores smartphones lançados. Só que isso não aconteceu, devido aos graves problemas, existindo vários aparelhos a explodir.

A confusão instaurou-se quando os novos aparelhos, os que passaram pelo processo de recall, também estavam a dar problemas. Esse foi o ponto final para a empresa, sendo que a Samsung decidiu tirar estes aparelhos do mercado por completo.

Num anuncio oficial, feito no site oficial da empresa, a Samsung solicita a todos os seus parceiros, espalhados por todos os cantos do mundo, que parem de vender e trocar o Galaxy Note 7, isto em quanto as investigações decorrem. Esta decisão aparece após algumas operadoras norte-americanas começarem a suspender as vendas deste aparelho, sugerindo ainda aos seus clientes que trocassem por outro aparelho.

A Samsung refere que está a trabalhar com os órgãos reguladores para investigar os recentes incidentes que envolvem o seu aparelho.

Esta medida terá um grande impacto, principalmente para a empresa, uma vez que, segundo analistas, o processo de recall custou à empresa cerca de mil milhões de dólares. Esta decisão poderá levar a que a empresa perca 17 mil milhões de dólares.

Um cenário pior, é que a Samsung terá que fazer uma segunda recolha dos aparelhos, sendo este da recolha de todos os aparelhos vendidos, custando cerca de 5 mil milhões de dólares.

Todos estes problemas e medidas fez com que o valor do mercado da Samsung tivesse uma grande queda, sendo esta queda cerca de 18,8 mil milhões de dólares, mas após este anuncio desta medida a queda poderá aumentar ainda mais.

Deixar uma resposta